Companhia de Saneamento Ambiental do Distrito Federal aprimora projetos de saneamento com uso de BIM

Data de Entrega Duração do ProjetoSoluções AutodeskServiços Profissionais:Treinamento de produtos
Novembro de 2021120 diasAutodesk Architecture, Engineering and Construction Collection Autodesk Product Design & ManufacturingProjeto Hidromecânico; - Projeto Arquitetônico; - Projeto de Combate a Incêndio; - Projeto Hidrosanitário e drenagem; - Ptojeto Estrutural; - Projeto de Terraplenagem; - Projeto de Linhas de Recalque.- AutoCAD Civil 3D; - REVIT Básico; - REVIT Intermediário; - ROBOT; - Navisworks; - Infraworks.

O Desafio

“Não se faz BIM sem todos os recursos proporcionados pelas ferramentas Autodesk que são elementos que vão permitir que uma implementação seja bem sucedida. É o casamento da metodologia com os recursos dos softwares”.

Fábio Barcellar – Gerente de Projetos dos Sistemas de Esgotos da Caesb.

Caesb atua em todas as regiões administrativas do DF e desenvolve atividades nos mais diferentes campos do
saneamento e em quaisquer de seus processos. Seu foco está na exploração econômica, planejamento, projeto,
execução, ampliação, remodelagem, administração, operação e manutenção dos sistemas de abastecimento de água, de coleta, tratamento e disposição final de esgotos sanitários.

Seu corpo técnico é responsável por mais de 7,4 mil km de redes, estações de tratamento de esgoto e água, incluindo
projeto e manutenção. O desafio encarado pela Caesb foi o de melhorar a produtividade no cumprimento dessas tarefas.

O gerente de projetos dos sistemas de Esgotos da Caesb, Fábio Barcellar, explica que atualmente a Companhia usou as soluções Autodesk em três projetos:

  • Estação Elevatória de Esgotos,
  •  Estação de Tratamento de Esgotos e
  • a Travessia do Córrego Cortado.

Recuperação da Travessia do Córrego Cortado – Imagem cortesia da Caesb

Meta do Projeto

De acordo com Fábio Barcellar, em 2012, sua área conheceu as várias tecnologias BIM do mercado, promoveu vários workshops na Companhia e verificou que a tecnologia Autodesk era a melhor solução. A meta da aplicação das soluções foi a de aprimorar os fluxos de trabalho, incluindo melhores práticas junto à empresas contratadas e realizando a alteração no fluxo de projetos da Caesb. Foi criado o BIM Mandate, com o objetivo da normalização do processo para todos os contratos, com fases bem definidas para cada etapa vencida, inclusive desenvolvimento de templates e
bibliotecas.

“A celeridade que o software proporciona deve ser utilizada a favor da engenharia para reduzir custos e evitar problemas durante a obra.”

Fábio Barcellar – Gerente

Solução

Para a Estação Elevatória de Esgotos, a equipe de engenharia elaborou um projeto com toda a documentação feita no Revit, envolvendo arquitetura, estrutura, hidrossanitário e incêndio. Dentre os vários benefícios adquiridos, além da otimização de desenhos técnicos, foram destacados o ganho de produtividade e a celeridade proporcionada a favor da engenharia para reduzir custos e evitar problemas durante a obra.

A modelagem passou a possuir elementos associados com o código da tabela própria de custos, gerando quantitativos automatizados e assertivos para dar apoio à orçamentação. Além disso, contou com template e bibliotecas padronizados pela Caesb, o que facilitou a entrega de projetos de acordo com as Normas Internas.
A iniciativa foi importante para conquistar o apoio interno e a adoção da solução na Companhia. O próximo passo será usar o Dynamo para automatizar o processo pelo modelo. Já para a Estação de Tratamento de Esgotos do Paranoá, foi realizada a análise preliminar do terreno.

As ferramentas BIM foram importantes para decidir a viabilidade do empreendimento, diminuindo os riscos e evitando erros na obra. Destaque especial ao projeto de escavação para acesso aos tanques e maquinários, que reduziu os  impactos e os custos da obra. Isso incentivou a equipe a começar a pensar no projeto e no planejamento, desde a sua concepção. A partir da proposta preliminar, um projeto foi desenvolvido utilizando o Revit, Infraworks, Civil 3D e Navisworks, que foi usado para compatibilização e detecção antecipada de interferências que, no passado, seriam percebidas somente durante a obra.

Os mesmos softwares foram também decisivos no projeto para a nova Travessia do Córrego Cortado. Aplicados desde o levantamento topográfico permitiram várias análises de projeto o que contribuiu para decidir sobre a melhor solução. Por meio dessa análise foi feito o projeto da travessia com a construção de uma rede aérea, evitando gastos com aterros. A tecnologia proporcionou inclusive melhores estudos de traçados para o fluxo da água. Com este projeto houve ganhos relação aos métodos tradicionais.

Estação Elevatória de Esgotos modelada em BIM – Imagem cortesia – Caesb

Resultado do negócio

A solução adotada melhorou os resultados de produtividade da equipe no planejamento, projeto, execução, ampliação, remodelagem

Conclusão

Barcellar informou que a partir do momento que foram criadas as bibliotecas, a modelagem e os templates, a Companhia de Saneamento Ambiental do Distrito Federal passou a ter um ganho de produtividade.]

Também destacou a melhoria na documentação, e a tecnologia facilitou as tomadas de decisão e  gerou impacto positivo nas obras, ajudando a evitar erros e desperdício.

Donwload do PDF do caso de sucesso

Casos Relacionados

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.