Início Login Geo-Systems Cad Studio Autodesk
News
Eixo Monumental Terá Faixa Prioritária para Ciclistas

Aos poucos, os ciclistas estão ganhando espaço em Brasília.  Um novo local para a prática do esporte, com segurança, é o Eixo Monumental. O projeto piloto da Ciclofaixa do Lazer foi implementado em uma das  faixas das vias N1 e S1, sempre aos domingos. 

Ontem, na inauguração,  o Departamento de Trânsito do Distrito Federal (Detran) reservou o trajeto, das 9h até as 16h,  da Torre de TV até a Igreja Rainha da Paz para os ciclistas. O trecho de sete quilômetros foi interditado, com bastante  sinalização com cones e placas indicativas na madrugada de sábado para domingo.

O evento, inicialmente de caráter experimental, tem como objetivo criar, nos domingos e feriados, espaço de lazer para o trânsito seguro de bicicletas na área central de Brasília e, ao mesmo tempo, promover o turismo na capital federal.

O governador Agnelo Queiroz  fez questão de mostrar que é adepto do uso da bicicleta. “Vamos garantir a segurança dos ciclistas de Brasília e oferecer mais opções de lazer”, destacou. Ele afirmou que até 2014 o DF vai receber 600 quilômetros de ciclovia.

 A meta é disponibilizar até janeiro as faixas da Rainha da Paz até a Esplanada dos Ministérios, num total de 15 quilômetros. O diretor-adjunto do Detran, Rômulo Félix, diz que a ideia é estimular as pessoas a usarem a área central de Brasília para o lazer, deixando os carros na garagem. “Esta prática deve ser oferecida com segurança e conforto aos cidadãos para ganhar o hábito dos brasilienses e, assim, continuar a prática em grandes eventos, como a Copa das Confederações e do Mundo”, cita. O projeto também quer incentivar  a visitação dos monumentos da cidade. Casados há 20 anos, o engenheiro Carlos Medeiros, 46 anos, e a psicóloga Marília Veras, 47, praticam o esporte há quatro anos. “Amamos o ciclismo. É uma paixão que aumenta a cada pedalada”, define Marília. 

 

 FONTE: Jornal de Brasília

 

Pro-Systems Informática Ltda © 2018 | Todos os direitos reservados