Início Login Geo-Systems Cad Studio Autodesk
News
Conheça os Projetos de Infraestrutura que Mudarão o Mundo

O mundo está cheio de projetos imensos acontecendo bem debaixo do nosso nariz.

Desde a ponte de Hong Kong-Zhuhai-Macau, que irá ligar três grandes cidades chinesas na busca de unir 42 milhões de pessoas, até o plano da Noruega de construir o primeiro túnel flutuante totalmente submerso do mundo para reduzir pela metade os tempos de viagem entre os fiordes (entradas de mar entre altas montanhas rochosas).

Esses esforços e muitos outros ilustram como investir bilhões em projetos imensos podem fazer do mundo um lugar melhor para viver coletivamente. Te apresentamos alguns dos maiores projetos que o mundo já viu até agora.

Concluído em setembro de 2016, o telescópio Pingtang da China é o maior radiotelescópio do mundo. A ferramenta é usada para observar as ondas emitidas por fontes de rádio. Sua antena mede 499m de diâmetro e é capaz de capturar sinais a mais de 1.000 anos-luz da Terra.
Nanhui é uma cidade chinesa planejada para ser concluída em 2020, e abrigará quase 1 milhão de pessoas. Os funcionários esperam que 450 mil pessoas se mudem para a área de mais de 27 mil hectares e que 10 milhões de turistas viagem para a cidade a cada ano.
Depois de 17 anos de construção, o túnel da Base de Gotthard foi inaugurado na Suíça em 1 de junho de 2016. Com 35 quilômetros de extensão, é o túnel ferroviário mais extenso e profundo do mundo, percorrendo os Alpes com uma eficiência sem precedentes.
O recém-ampliado Canal do Panamá foi aberto ao público no início de junho, 102 anos depois de ser inaugurado pela primeira vez. Foram necessários quase R$ 18 bilhões e 40 mil trabalhadores para triplicar a capacidade de navegação.
Em 2026, um arranha-céu iraquiano conhecido como “A noiva” terá um "véu" de painéis solares e produzirá tanta energia quanto consuma. Terá mais de 277 km quadrados de altura e contará com parques, escritórios, restaurantes e um sistema ferroviário.
Concluído em 2011, a ponte da Baía de Jiaozhou é a maior ponte marítima do mundo, que se estende por aproximadamente 42 km - quase a distância de uma maratona. A ponte reduziu pela metade o tempo de viagem para pessoas que vão entre o leste da China e a ilha de Huangdao.
Em 2015, a Barragem de Itaipú, na fronteira do Brasil e Paraguai, gerou 89,5 milhões de megawatts-hora de energia, mais do que qualquer outra barragem no mundo. Fornece 75% da energia total do Paraguai e quase 20% do Brasil.
“Crossrail” de Londres - uma atualização maciça para o sistema subterrâneo existente - é o maior projeto de construção já realizado na Europa. Envolve 10 novas linhas de trem e conecta 30 estações existentes através de túneis novos. Começará a funcionar em 2017 e estará operando totalmente até 2020.
Inaugurado na África do Sul em 2014, a fazenda solar “Jasper” produz cerca de 180 mil megawatts-hora por ano, capaz de abastecer 80 mil casas. É o maior projeto de energia solar do continente.
O trilho de metrô de Hyderabad é um sistema ferroviário leve de 74 km de extensão que, finalmente, trará controle de comboio baseado em comunicação para a Índia. Está prevista para 2017.
O projeto da ponte de Hong Kong-Zhuhai-Macau unirá três cidades no Delta do Rio das Pérolas da China - criando uma mega cidade com 42 milhões de pessoas - quando concluída em 2017.
O Shopping do Mundo (Mall of the World), em Dubai, será uma estrutura gigantesca em formato de cúpula. Quando inaugurar em 2029, será um ambiente com temperatura controlada, e contará com milhares de quartos de hotel e terá seu próprio controle de trânsito.
O Metrô de Riade, a nova linha ferroviária de R$ 77 milhões da Arábia Saudita, contará com uma estação desenhada por Zaha Hadid. Seus 175 km de ferrovia irão revolucionar a forma como os moradores de Riade transitam. Está programado para começar a operar até 2019.
Songdo, na Coreia do Sul, é conhecida como "cidade inteligente", localizada ao longo de 1.500 hectares de terras à beira-mar. Concluído em 2015, o acesso abrangente da Internet de Songdo dá aos seus 67 mil habitantes um gostinho de como serão as sociedades do futuro.
No início de julho, a China e a Nigéria fecharam um contrato de R$ 36 bilhões para construir a ferrovia costeira Lagos-Calabar. A ferrovia se estenderá por 1.400 km e deverá ser inaugurada em 2018.
O projeto “Sul-Norte” de transferência de água é um esforço chinês em curso para mover mais de 1 bilhão de metros cúbicos de água do rio Yangtze para as regiões menos férteis no norte do país. Mais de R$ 259 milhões foram gastos na migração até agora.
Em julho de 2016, a Noruega anunciou planos de gastar R$ 82 bilhões em um túnel flutuante totalmente submerso, sob o Sognefjord, um corpo d’água com mais de 1.200 metros de profundidade e 914 metros de largura. Será o primeiro deste tipo em todo o mundo.
O Projeto de 20 anos de Renovação Urbana da Turquia é um plano de grande alcance para demolir cerca de 7 milhões de edifícios e reconstruir estruturas resistentes a terremotos em seu lugar, começou em 2012 com um custo estimado de R$ 1,3 trilhões.
Fonte: www.msn.com
Pro-Systems Informática Ltda © 2018 | Todos os direitos reservados