Início Login Geo-Systems Cad Studio Autodesk
News
Por Dentro do Mais Recente ICEHOTEL da Suécia Por Dentro do Mais Recente ICEHOTEL da Suécia

 

Todo ano, um hotel de 5.500 metros quadrados é temporariamente “emprestado” do rio Torne na Suécia e logo na primavera os quartos e suítes são devolvidos ao rio para serem arrastados para o mar. A instalação temporária sueca chamada de ICEHOTEL é um complexo construído de gelo, com um desenho diferente a cada ano. A cada inverno, o hotel acolhe hóspedes e abriga uma coleção de arte de gelo sob medida, criados por artistas selecionados de todo o mundo.

Saiba mais sobre o ICEHOTEL e veja fotos do hotel deste ano a seguir…

Azul Marinho – Artists: William Blomstrand & Andrew Winch – foto © Paulina Holmgren

Noventa por cento do material para construir a ICEHOTEL vem do rio Torne – um dos últimos rios não explorados da Europa. O rio começa o congelamento anual em Outubro e em Março o gelo é espesso o suficiente para que as pessoas do ICEHOTEL possam descer sobre ele e começar a trabalhar, preenchendo seu armazém com 4.000 toneladas de blocos de gelo.

Recepção © Paulina Holmgren

Armazenados durante o verão, alguns destes blocos fazem as paredes e móveis do hotel, que este ano tem 65 quartos. A estrutura do edifício é feita a partir de 30.000 metros cúbicos de ‘snice‘ – uma engenharia de precisão de neve/gelo, feita a partir de uma mistura de água do rio e ar. Uma vez que chega Outubro, os moldes metálicos de grandes dimensões são erguidos no local e o snice é pulverizado sobre eles, solidificando e compactando durante alguns dias antes dos moldes serem removidos. No interior, cerca de 100 pessoas, começam então a trabalhar, usando blocos de gelo para criarem as partições labirínticas e fazerem quartos, enquanto os artistas começam a criar suas peças de gelo e salas esculpidas. Para garantir a qualidade da construção, o hotel é aberto em seções conforme é construído, uma a cada fim de semana ao longo de dezembro, com a abertura da capela de gelo no dia de Natal.

Construindo ICEHOTEL – foto © Paulina Holmgren

Quando o hotel finalmente se abre, recebe geralmente entre 50.000 e 60.000 visitantes, antes de fechar novamente em meados de Abril. Para quem se hospeda no hotel, a hora de dormir implica envolver-se em roupa térmica, chapéus lanosos e um saco de dormir, e deitado sobre blocos de gelo cobertos por pele de rena, com a certeza de que, graças à densidade e propriedades isolantes do snice seu quarto nunca vai cair abaixo de menos oito Celsius (17 º F).

Residência do Dragão – Artistas: Dorjsuren Lkhagvadorj & Bazarsad Bayarsaikhan – foto © Paulina Holmgren

ICEHOTEL começou em 1989, quando o fundador Yngve Bergqvist organizou um workshop de esculturas de gelo para atrair turistas para a pequena aldeia de Jukkasjärvi durante os impopulares meses de inverno escuro. Seu primeiro projeto foi um iglu de 60 metros quadrados, chamado ARTic Hall. O iglu, mostrou-se tão popular que foi reconstruído anualmente, e, eventualmente, as pessoas começaram a fazer a pergunta óbvia: “Posso dormir aqui?” Desde então, o ICEHOTEL cresceu trnsformando-se em uma franquia em todo o mundo, contendo não apenas o hotel em si, mas também um permanente “hotel aconchegante”, e uma ninhada de ICEBARS, espalhados ao redor do mundo em cidades como Copenhagen e Londres, e até mesmo um exemplo  temporário no Níger do Saara.

 

FONTE: Arch Daily Brasil

 

Pro-Systems Informática Ltda © 2018 | Todos os direitos reservados